sábado, 19 de maio de 2018

Algumas linhas passaram por alterações horárias neste sábado (19)



Como de costume, algumas linhas metropolitanas sofrerão alterações as quais entraram em vigor neste sábado (19). Confira as linhas afetadas abaixo:

Linha 229 - Osasco (Jd. Acucara) x São Paulo (Lapa)


Redução de duas partidas, nos dias úteis, no sentido São Paulo, ficando agora com quarenta partidas diárias. No sentido Osasco, houve redução de quatro partidas, ficando com 19 partidas nos dias úteis.
Frota da linha nos dias úteis: 7 veículos próprios pela manhã e 6 veículos á tarde, sendo 5 veículos próprios e 1 veículo da linha 228. Veja os novos horários clicando aqui.

Linha 300 - Taboão da Serra (Jd. São Judas) x São Paulo (Pinheiros)


Aumento de oito viagens nos dias úteis, ficando agora com 58 viagens diárias. Por conta disso, os horários de partida foram reprogramados. Veja os novos horários clicando aqui.

Linha 379 - Ferraz de Vasconcelos (Estação Ferraz) x São Paulo (Rodoviária Tietê)


A linha teve seu ponto final transferido da estação CPTM Ferraz de Vasconcelos para a Av. Brasil, altura do n° 1728. Sua denominação também foi alterada para "Ferraz de Vasconcelos (Centro)", no sentido Ferraz. Veja a descrição do itinerário completo clicando aqui.

Linha 459 - Embu das Artes (Jd. Casa Branca) x São Paulo (Itaim Bibi)


Pequenas alterações nos horários de partida. Confira os horários da linha clicando aqui.

Linha 555 - Guarulhos (Jd. Itapoã) x São Paulo (Metrô Armênia)


Pequenas alterações nos horários de partida nos dias úteis, mas sem alterações no número de viagens. O ultimo carro no sentido Guarulhos agora parte à meia-noite (antes era 23h50). Veja os novos horários clicando aqui.

Além dessas mudanças, hoje se inicia a integração das linhas 023, 223 e 840 com a linha 576, para o Metrô Butantã. Veja os detalhes clicando aqui.

terça-feira, 15 de maio de 2018

Algumas linhas de Carapicuíba serão integradas com linha para Hospital das Clínicas

Foto: Ricardo Luiz/LitoralBuss 

A partir do próximo Sábado (19/05), os passageiros das seguintes linhas terão uma nova opção de integração no Metrô Butantã:

023TRO - Carapicuíba (COHAB V) x Osasco (Vila Yara) via Avenida dos Autonomistas (?)
223TRO - Carapicuíba (COHAB V) x Osasco (Vila Yara) via Centro (?)
840TRO - Osasco (Terminal Metropolitano Km 21) x São Paulo (Metrô Butantã)

A integração será com as linhas 576TRO e 576EX1, que são linhas metropolitanas criadas para atender o trajeto entre as estações Butantã e Clínicas, após o encurtamento de 4 linhas vindas de Embu das Artes e Taboão da Serra na estação Butantã (relembre aqui).

A medida pode ajudar a cobrir uma lacuna criada depois do encurtamento de diversas linhas da região Oeste da Grande São Paulo - que outrora seguiam para as regiões da Lapa, Butantã, Barra Funda e Clínicas - no Terminal Km21, uma vez que apenas duas linhas complementares foram criadas: uma pro Butantã - 840 - e outra para a Lapa - 850 - (deixando assim as Estações Barra Funda e Clinicas sem ônibus para Carapicuíba, por exemplo - relembre aqui). Na época, a EMTU alegou que os passageiros que tem como destino estas duas localidades poderiam realizar integração com o sistema sobre trilhos (Metrô e CPTM), ou com os ônibus municipais de São Paulo no Vila Yara (o que é inviável, uma vez que não existe integração tarifária entre os ônibus municipais e intermunicipais). Resta ver na prática a viabilidade desta nova "rota" criada.

Procedimento


O passageiro que embarcar na linha 840, pagar a tarifa com o Cartão BOM e embarcar posteriormente na linha 576, pagará apenas uma tarifa unica integrada de R$5,45. O tempo máximo para integração será de três horas. O mesmo vale para o sentido inverso.

Para as linhas 023 e 223, a integração será meio que em duas etapas, já que estas linhas só vão até o Terminal Vila Yara, na divisa de Osasco com São Paulo. O usuário embarcará em umas destas linhas, fará integração com a linha 840 no trecho entre os terminais Km21 e Vila Yara, e depois com a linha 576 no Terminal Butantã, e tudo sairá por R$5,65.

quinta-feira, 3 de maio de 2018

Morador de Taboão da Serra cria petição online para prolongamento da linha 496 até a cidade

Mapa com itinerário baseado na descrição da proposta, bem como uma pequena sugestão. Dados cartográficos do Google.

Criado na última Quarta-Feira (02) por um morador da região Sudoeste da Grande São Paulo, um abaixo assinado solicita à EMTU e ao Governo do Estado o prolongamento da linha metropolitana 496TRO, que atualmente sai do Alphaville III, em Barueri, e vai até o bairro do Jd. João XXIII, em São Paulo. A linha é operada pela Viação Osasco, que integra o Consórcio Internorte. 

Pela proposta do autor, a linha teria seu terminal primário transferido para as imediações do Shopping Taboão, percorrendo a Av. Gov. Franco Montouro e seguindo pela Rod. Régis Bittencourt até o centro da cidade, de onde retornaria pela mesma via, acessando posteriormente a Av. São Paulo. Ela então (provavelmente) seguiria pelas ruas Emica Noguti Seo, Émerson da Silva Fagundes, Raimunda Nascimento de Oliveira e Iracema Sena Cerqueira Santos, atendendo assim ao bairro Cidade Intercap, prosseguindo depois pelo seu itinerário atual.

O autor da proposta argumenta que a extensão da linha proporcionaria melhor acesso à Alphaville, importante polo de empregos da Região Metropolitana de São Paulo, partindo de Taboão da Serra, Itapecerica da Serra ou Embu das Artes, por exemplo. Ele diz ainda que os moradores destas cidades teriam acesso mais fácil a escolas e universidades (como as ETECs do Jd. João XXIII e da Raposo Tavares, ETEC e FATEC de Carapicuíba e universidades privadas de Alphaville).

A linha


Atualmente, a linha possui cerca de 32km de extensão em cada sentido, e possui uma demanda estimada de cerca de 4.510 passageiros/dia (dados de 2016 - EMTU/STM). Com a alteração proposta, a linha ficaria com uma extensão aproximada de 36,5km no sentido Alphaville e de 34,5km no sentido Taboão.

Clique aqui para visualizar (ou assinar) a petição na íntegra.


Pequena sugestão do blog: Trocaríamos o terminal proposto para a Rua Maria Bento de Lemos (ao lado da Padaria Auto Estrada - Ponto azul no mapa) a fim de evitar o intenso congestionamento que se forma com frequência no Largo do Taboão em alguns horários do dia, o que poderia aumentar consideravelmente o tempo de viagem.